Como operar no leilão de ações

0
776

Os leilões de ações é onde compradores e vendedores são atendidos em um único preço determinado pela balança da oferta e demanda. O leilão pode ocorrer por alguns motivos como percentual relevante do capital social negociado, pela oscilação do preço, pelo volume da ordem e pelos dois leilões que ocorrem diariamente na abertura e no fechamento do mercado.

Nesse vídeo explicamos como funciona os leilões e algumas dicas para você ficar ligado na hora de colocar a sua ordem.

Segue abaixo as regras dos leilões de Abertura e Fechamento

Prioridade:

Para o fechamento de operações sujeitas a leilão, o sistema de negociação adotará a seguinte prioridade:

I. as ofertas a mercado durante o leilão (MOA) e ofertas a mercado durante o call de fechamento (MOC) serão atendidas primeiro. Se, na abertura do leilão, não forem atendidas em sua totalidade, o saldo será eliminado;

II. ofertas limitadas por preço, respeitando-se a sequência cronológica de registro, exceto as ofertas oriundas de operações canceladas, e reinseridas pela B3, terão prioridade de fechamento ao mesmo nível de preço.

Prorrogação:

São considerados fatos geradores de prorrogação de leilão os seguintes eventos:

I. São considerados fatos geradores de prorrogação de leilão os seguintes eventos:

II. alteração do preço teórico;

III. alteração da quantidade teórica;

IV. registro de uma nova oferta que altera a quantidade atendida de uma oferta registrada anteriormente;

V. alteração do saldo não atendido;

VI. acionamento do túnel de proteção;

VII. por decisão da B3. A B3 pode realizar a prorrogação ou abertura do leilão para preservar o regular desenvolvimento das negociações.

BONS INVESTIMENTOS !