TIR Como Métrica Para Avaliar Seus Investimentos

0
1305

Além do Valor Presente Líquido, outra métrica para avaliar o retorno de um projeto é a Taxa Interna de Retorno (TIR). Os fluxos de caixa, se descontados pela TIR, geram um VPL nulo. Sendo assim, o projeto gera valor para a companhia quando a TIR do projeto é superior à taxa de desconto (que deve considerar a taxa de juros básica da economia, risco, etc.)

Cálculo da TIR

Para calcular a TIR de um projeto, basta resolver a seguinte equação:

Na qual, t é o tempo e FC é o Fluxo de Caixa (positivo ou negativo) depois de impostos. A TIR pode facilmente ser calculada com a ajuda de planilhas e calculadoras financeiras.

Exemplo Prático

Imagine que a taxa de desconto adequada seja 10%. Na imagem abaixo, colocamos 4 alternativas de investimento com fluxos de caixa distintos. Se você tivesse que escolher apenas um projeto, qual escolheria? Qual é sua métrica preferida para a análise?

Ao analisar a tabela, pode-se notar que existe um conflito entre as duas métricas (VPL e TIR). Tal conflito surge devido a diferenças nos perfis de fluxo de caixa e na escala dos projetos.

Nesse caso, recomenda-se o investimento no projeto com maior VPL, mesmo não sendo o projeto de maior TIR. O motivo dessa escolha é a hipótese mais realista sobre a taxa de reinvestimento utilizada no cálculo do VPL do que no cálculo da TIR. Além disso, o projeto de maior VPL maximiza o retorno sobre o capital total do investidor.

E você, qual a TIR que você busca nos seus investimentos? Para o Eike é de 80% (em entrevista para MyNews a partir de 7:14)