Você Conhece as Fases do Ciclo de Negócio?

0
524

Os ciclos de negócio são flutuações na atividade econômica geral de um país que organiza sua atividade econômica por meio de empresas. O ciclo consiste de expansões generalizadas na atividade econômica seguidas de recessões também generalizadas.

Esses ciclos são recorrentes, porém não são periódicos. Cada fase do ciclo pode durar menos de um ano ou mais de uma década.

As fases do ciclo são: (a) pico, (b) contração, (c) vale e (d) expansão.

No pico, a economia atinge o máximo de crescimento, a inflação acelera e o ritmo de contratações começa a se arrefecer. Na contração, o gasto da indústria diminui, as empresas cortam o quadro de funcionários e a atividade entra em declínio, até atingir o vale.

A partir do fundo do poço, as empresas começam a ficar mais otimistas e investir mais tanto em capital quanto em funcionários, e a atividade econômica se recupera. Depois disso, o ciclo é reiniciado.

Atualmente, o Brasil está na fase de expansão após ter atingido o vale em 2016. Alguns dos sinais disso é o aumento dos lucros das empresas recentemente e o crescimento do PIB (ainda que modesto por enquanto).

Acreditamos que a fase de expansão esteja apenas no início e alguns dos motivos para isso são: (1) juros historicamente baixos com inflação controlada, (2) sinais de maior controle no lado fiscal, o que deve gerar maior confiança e estimular o investimento no setor privado e (3) elevado hiato do produto, ou seja, há muito espaço para acelerar o crescimento e aumentar o nível de emprego sem haver pressão inflacionária.

E você? Acredita em uma grande fase de expansão da economia brasileira?